Flamenco

       O Flamenco nasceu da mistura de povos nômades e está arraigado nas manifestações folclóricas de vários povos que ao passar. Essa miscigenação se transformou em uma arte indiscutível e forte. Uma arte inigualável, que transmite pelo dedilhado da guitarra sua melodia inconfundível, pela voz do cantaor a emoção de suas letras fortes e marcantes, pela percussão e palmas o pulso de um ritmo ardente e contagiante, e pelo bailaor a beleza da expressão corporal unida à precisão de seus movimentos e sapatedos, à interpretação de cada baile, como a expressão máxima dessa chama latente, que é a arte flamenca.

 

          O corpo reage ao som da guitarra ou à letra do cante e libera seus sentimentos e emoções que personificam a dor, o abandono, solidão, desprezo, as alegrias, o amor, o desejo. A força dessa arte também está na forma com que sintetiza música, cante e dança em um mesmo momento com relevante carga emocional e excelência.

 

          Além do sapateado, do movimento de braços, expressão corporal e facial e movimentos de saia, o Flamenco utiliza alguns acessórios no baile como Castanhola, Abanico (Leque), Mantón (Xale), Sombrero (Chapéu) e Bastón (Bengala).

 

          O Flamenco desenvolve ritmo, musicalidade, melhora a auto-estima, a coordenação motora, fortalece a musculatura, proporciona bem-estar e gera sensibilidade e consciência corporal.

 

          Por ter uma técnica própria, a dança flamenca apenas necessita de vontade, disposição e dedicação para o aprendizado, que formam posteriormente o amor por esta arte encantadora.

 

 

© 2019 Al'Aire Espaço de Saúde e Cultura - R. Jorge Tibiriçá, 45 - Vila Mariana - (11) 5081-3338 / (11) 97555-9964

  • Facebook Clean
  • w-googleplus